• Manalinda Fitness - Zero Transparência
  • Frete Grátis a partir de R$99
  • Em até 12x sem juros no cartão
0
Seu carrinho está vazio

Natação: História, tipos de nado e benefícios do exercício.

Publicado em 23.10.2023 |
Visualizações
145 visualizações
Imagem do autor Equipe de Redação Manalinda
Equipe de Redação Manalinda
Redator da Manalinda

Nadar é uma prática muito antiga que tem milhares de benefícios, muitas pessoas relatam que o contato com a água ajuda a tranquilizar e relaxar o corpo. Essa técnica milenar também é um esporte muito conhecido e praticado desde meados do século XIX. A natação é recomendada para todos, especialmente para as crianças que estão em fase de desenvolvimento, pois a atividade física ajuda nesse processo.

Porém, como já citamos, natação não tem idade, se quiser começar aos 20, 30 ou 50, está liberado, o importante é fazer. Então, para quem gosta de água e de se exercitar, a natação pode ser uma grande aliada.

Porém, vale a pena conhecer mais sobre essa atividade que é tão benéfica ao nosso corpo, além disso, a natação tem uma história vasta e interessante. Por isso, o nosso artigo tem tudo o que você precisa saber, como benefícios da atividade, tipos de nado e até mesmo a história da natação. Além de umas dicas bônus, ficou interessado(a)? Continue a leitura para não perder nada!

História da natação

mulher nadando

Foto: Divulgação

Para entender melhor sobre essa atividade, vamos começar com a história da natação. Como já comentamos no parágrafo acima, a natação como esporte começou a ser praticada em meados do século XIX.

O esporte sempre esteve na Olimpíada, desde 1896, quando ocorreu o primeiro evento da época moderna. A natação é um dos esportes mais praticados em todo o mundo. É uma atividade que aumenta o condicionamento físico e pode ser adaptada para todas as idades. O ato de nadar foi um avanço importante para o ser humano, pois estava ligado à sobrevivência e ao desenvolvimento.

A natação possibilitou a superação de obstáculos, a descobertas dos rios, lagos, a pesca e até mesmo ajudou a evitar afogamentos nas enchentes. Na Grécia antiga, a natação se tornou uma forma de conquistar mais saúde e o condicionamento físico para os guerreiros e atletas. Já no Império Romano, a natação fazia parte da rotina, era ensinada e foi onde construíram as primeiras piscinas.

Por um tempo, durante a Idade Média, essa prática perdeu força, pois ia contra as regras da Igreja, mas com o movimento renascentista, a natação consegue voltar à popularidade. Deu para perceber que em todas as épocas da vida humana a natação esteve presente. No próximo bloco vamos mostrar os tipos de nado mais frequentes, não deixe de conferir!

Tipos de nado

mulher praticando natacao

Foto: Divulgação

Com a popularização da natação também houve uma profissionalização da atividade, com isso as técnicas e os tipos de nados foram definidos.

Observe alguns dos tipos mais conhecidos de nado:

  • crawl - braçadas alternadas e movimento vertical, também alternado;
  • costas - movimentos de braços e pernas alternado como no crawl, mas de costas para fundo da piscina;
  • peito - na posição de bruços, o atleta projeta o corpo para fora da piscina e realiza um movimento de braços e pernas em conjunto,
  • borboleta (golfinho) - movimento das pernas ondulatório como o nado peito, mas com o movimento de braços simultâneos, projetados para fora da piscina.

Esses movimentos regem a natação e podem ser aprendidos. Além disso, a natação criou novas modalidades esportivas, sendo elas:

  • Polo aquático;
  • Nado sincronizado;
  • Saltos ornamentais;
  • Mergulho.

Por isso, além da natação é possível praticar outras modalidades que também tenham esse contato com a água e trazem ótimos benefícios. Falando em benefícios, no próximo tópico vamos mostrar detalhadamente como a natação pode melhorar o condicionamento físico e também a mente. Acompanhe!

Benefícios da natação

mulheres praticando hidroginastica

Foto: Divulgação

A natação é definida como uma das atividades mais completas, ou seja, ela ajuda o corpo todo a trabalhar e se desenvolver. Além de fazer bem para a mente, isso traz muitos benefícios para os praticantes.

Os movimentos realizados são capazes de movimentar vários músculos do torso, membros superiores e inferiores. A natação conta com um baixo nível de impacto, quando é comparada a outras atividades, ou seja, tem um risco baixo de lesões.

Pessoas com problemas relacionados ao sistema cardiorrespiratório podem se beneficiar muito dessa atividade, por conta do contato com a água. Pois, aumenta a capacidade pulmonar, regula os batimentos cardíacos e a pressão arterial. Não podemos esquecer que a atividade também é recomendada para pessoas que desejam perder peso. Já que os movimentos da natação possuem um alto gasto de energia, chegando a mais de 700 calorias por hora.

Praticar natação regularmente ajuda a melhorar o estresse, a ansiedade e até mesmo o combate à depressão. É uma atividade completa e para ajudar na hora de praticar, separamos algumas dicas, venha conferir!

Dicas para praticar natação

garota se alongando ao lado de piscina

Foto: Divulgação

Tenha uma boa alimentação

A alimentação faz parte da rotina mais saudável, assim você terá disposição para conseguir treinar de forma eficaz. Uma dieta equilibrada com proteínas e nutrientes é exatamente o que você precisa para conseguir realizar o treino de natação.

Beba muita água

A água é a fonte da vida, então é claro que você precisa se manter hidratado. Sabemos que é recomendado beber no mínimo 2 litros de água por dia, algumas pessoas precisam até passar essa quantidade. É impossível praticar um bom treino de qualidade sem ter que beber água, o seu corpo pode enfraquecer.

Além disso, se manter hidratado previne algumas doenças e também melhora todo o funcionamento do seu corpo. Sempre ande com uma garrafa de água para não se esquecer!

Use roupas apropriadas para o treino

Além de todos os hábitos que citamos, é importante pensar na roupa para treinar. Ainda mais quando falamos da natação, o treino debaixo d ' água também requer cuidados. Sendo assim, é necessário usar peças fitness de qualidade, como as da Manalinda.

Todas as roupas são confeccionadas com os melhores materiais de mercado, como poliéster e elastano, vale a pena dar uma conferida no estoque!

Conclusão

Com todas as informações e dicas fica bem mais fácil entender a popularidade da natação e quem sabe começar a praticar também. Lembre-se de respeitar os seus limites e também procurar um acompanhamento profissional.

E claro não deixe de visitar a Manalinda, as peças são únicas, perfeitas e é impossível não se apaixonar.

Perguntas frequentes


Quais são os principais tipos de nado?

Existem quatro tipos principais de nado competitivo: crawl (ou nado livre), costas, peito e borboleta. O nado crawl é o mais comum e rápido, caracterizado por movimentos alternados dos braços e pernas enquanto o nadador está deitado de frente para a água. O nado costas é semelhante ao crawl, mas o nadador está deitado de costas e faz movimentos alternados dos braços e pernas. O nado peito é reconhecido por seus movimentos de braçada circular e chutes simultâneos das pernas. O nado borboleta é o mais técnico e desafiador, caracterizado por uma poderosa ondulação corporal e movimento simultâneo de ambos os braços para a frente.

Quais são as técnicas básicas do nado peito?

O nado peito é caracterizado por uma série de técnicas específicas, incluindo a braçada peitoral, o chute de pernas peitoral e a respiração. Na braçada peitoral, os braços realizam um movimento circular para frente, abrindo-se e fechando-se como uma tesoura, enquanto as mãos empurram a água para trás. O chute de pernas peitoral é realizado com as pernas juntas e os pés flexionados para fora, realizando um movimento semelhante a uma onda. A respiração no nado peito geralmente ocorre durante a fase de recuperação da braçada, quando o nadador levanta a cabeça para fora da água para respirar, antes de voltar a submergi-la durante a fase de propulsão.

Quais são os desafios do nado borboleta?

O nado borboleta é conhecido por ser o estilo mais técnico e desafiador de natação devido à sua combinação complexa de movimentos de braçada, ondulação corporal e respiração. Os principais desafios do nado borboleta incluem a sincronização precisa dos movimentos dos braços e pernas, a coordenação da ondulação corporal para criar impulso e a respiração adequada, que geralmente é feita a cada duas braçadas devido à posição dos braços sobre a água. Além disso, o nado borboleta requer força muscular significativa, especialmente nos ombros, costas e abdominais, para executar os movimentos poderosos e fluidos necessários para nadar eficientemente neste estilo.

Qual é a diferença entre o nado crawl e o nado costas?

A principal diferença entre o nado crawl e o nado costas está na posição do nadador em relação à água. No nado crawl, o nadador está de frente para a água, com o rosto submerso e os braços alternadamente puxando para frente e voltando para trás. Enquanto isso, no nado costas, o nadador está deitado de costas na água, com o rosto voltado para cima e os braços realizando movimentos semelhantes aos do crawl, mas em uma posição invertida. Além disso, os movimentos das pernas no nado costas geralmente são feitos com um chute de pernas contínuo, em oposição ao chute alternado usado no nado crawl.

Ofertas Especiais

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.